Pages

sábado, 13 de junho de 2015

Conceitos básicos de uma direção segura e eficiente.



  Neste post, quero passar alguns conceitos básicos sobre uma direção segura, para você que está começando agora neste novo mundo, e que não é fácil e  tão pouco simples, mas que com um pouco de atenção da sua parte, a vida ou melhor, a direção pode ser mais fácil, segue aí umas dicas que vão facilitar sua vida e seu dia a dia neste espaço.

- Conheça o carro que vai utilizar:

  O conhecimento do seu carro ou do que você irá usar tem um papel muito importante no trânsito, pois, com os mais variados modelos e fabricantes, muitos comandos são colocados e acionados de forma diferente do que se aprende na autoescola e com o carro de lá, então é importante conhecer o seu.


Dos comandos:
  • Antes de sair conduzindo o veículo, verifique onde ligar faróis, limpadores de para-brisas, desembaçador traseiro, entre outros comandos que você julgue necessários na condução.
  • Observe também o funcionamento dos freios, se estão funcionando corretamente, e como é o acionamento da embreagem, tipo se ela é baixa, média ou alta, para estar e saber usa-la em uma arrancada em um aclive por exemplo, pois são situações importantes. 

 - Use a sinalização:

  Este é um item que parece que as pessoas estão esquecendo de fazer na vida, a modernidade é tanta e digitar é algo tão normal que usar a seta do veículo é uma aberração, e as pessoas se esquecem que esta comunicação é fundamental para um bom relacionamento no trânsito, então não tenha vergonha de falar ou se comunicar com os outros e sinalize tudo ou qualquer manobra que for fazer! 

  Tudo o que tiver que fazer, sinalize, e cuide para não fazer esta comunicação de sinalização confusa ou errada, pois o que ou quem vier atrás de você irá tomar decisões e atitudes conforme o que você disse, e se não sinalizar, é pior ainda pois o risco de provocar um acidente é o mesmo!c

  No trânsito não existe outro meio de comunicação que não seja a sinalização que existe no seu e em todos os carro e, basta apenas um movimento de seus dedos para que ela seja feita, é algo tão simples e importante e que as pessoas negligencia tanto, veja um gesto de um dedo e o resultado pode ser ou não um acidente! É uma economia que não vale a pena!
- Conheça e pratique as regras de circulação contida no CTB.

  No Código de Trânsito, nós temos um capitulo inteiro falando sobre estas regas, e uma mudança e a lei trouxe foi a obrigatoriedade das aulas teóricas e práticas que veio a trazer o conhecimento técnico prático do nosso comportamento no trânsito, porém há muitos condutores que insistem em descumprir as regras ou até mesmo não as conhecem ou não entendem que o trânsito mudou, e por isto alguns comentem infrações e hoje estão passando por aulas de reciclagem para se atualizarem e passar a entender e cumprir com as regras.
  • Obedeça a sinalização viária: Ela não esta ali para enfeitar a via, tem um propósito claro e objetivo de te orientar, advertir e disciplinar sobre as regras a serem seguidas e, as outras pessoas tomam decisões com base na sinalização e no que devemos fazer com elas, não coloque a sua e a segurança dos outros em risco.
  • Conheça seus direitos e deveres no trânsito: O código define que devemos transitar sem constituir perigo ou obstáculo para os demais elementos do trânsito e, todas as demais regras são derivadas deste preceito.
  • Responsabilidades e consequências dos seus atos: Saiba que para cada ação indevida sua pode ter uma consequência, então respeite as leis de trânsito e respeite os demais usuários das vias, e tenha consciência que o ato de dirigir envolve muito mais que seus próprios interesse e intenções e que pode responder na justiça sobre sua conduta, além de multas, pontos na CNH ou acidentes onde você ou outra pessoa possa se machucar. 
- Saiba onde deseja ir:
  • Onde e quando se posicionar para o seu destino: Este item desempenha um papel fundamental na direção e, principalmente na questão da fluidez da via, pois uma pessoa perdida em uma via movimentada, causa um transtorno enorme, e por isto é importante que saiba a onde vai e antecipe se posicionamento com antecedência, caso perca seu interesse, ande um pouco mais, dê uma volta no quarteirão e retorne ao deu destino, não faça como muitos que param no meio da via e faz aquela bagunça. Hoje temos muitas ferramentas que nos ajudam no deslocamento, porém elas não conseguem prever o que acontece ao seu redor. Pegue e acessem um googlemaps e veja mais ou menos o local que precisa e pontos de referência para facilitar.
- Tempo de deslocamento:
  • Saiba que, se atrasou 5, 10, 15 minutos ou qualquer que seja o tempo, isto irá repercutir no seu compromisso e, não tente tirar o atraso no acelerador, as consequências podem ser piores, entenda que, uma vez atrasado, será o fim atrasado! Deem uma olhada no vídeo abaixo sobre o excesso de velocidade e seus resultados.
  video
  •  Pense nas possíveis e prováveis situações que podem ocorrer no seu trajeto e reserve um tempo para sana-las, exemplos: um pneu furado, um acidente em seu caminho, uma rua bloqueada, trânsito inesperado entre uma série de outras situações, previna-se para não remediar!
- O trânsito e o comportamento dos demais usuários da via:

O trânsito não é composto apenas por "você e seus interesse", temos mais um monte de pessoas e veículos com interesses semelhantes aos nossos. Saiba respeitar o direito dos outros para ter os seus respeitados, obedeça as regras determinadas pelo Código de Trânsito, use o bom senso, item indispensável para uma boa convivência nas ruas caóticas que temos hoje, tente evitar confrontos, discussões ou qualquer outra atitude que possa vir a aumentar os transtornos diários que já temos, segue abaixo algumas informações de auxilio. 

  • Pedestres:
 Lembre-se que você como condutor é responsável pela segurança do pedestre, porém há regras e leis, inclusive o CTB define isto, que estes deveriam cumprir, como, cruzar a via na faixa de segurança, sob sinal favorável, cruzar a via na menor distância possível, etc, mas o que sabemos é que na prática, pouco se preocupam com a sua própria segurança. Então evite problemas para você e procure dar a preferencia sempre que possível ao pedestre, tente prever suas reações e lembre-se que "No trânsito somos todos pedestres"!
  • Ciclistas:
Como os pedestres, existe leis para estes também e a principal é que, se montados são considerados veículos e devem se deslocar no mesmo sentido dos carro e, trafegar na pista de rolamento ao lado direito da via, você como condutor deve manter a distância lateral mínima de 1,5 metros deles, nas conversões, cuidar com o que os ciclista vão fazer, principalmente na conversão à direita, também tenha cuidado pois muitos ciclistas usam fones de ouvidos, o que tira o sentido da audição, diminuindo sua capacidade de percepção, se necessário de um breve toque na buzina. 
  • Demais veículos:
No trânsito você não está só, e a via não é só sua, outros condutores tem interesses diferentes dos seus, então tome cuidado com o que acontece, quem esta a sua volta e o que vai fazer pois, um caminhão não para, muito menos desvia com facilidade e não tem a mesma agilidade que um veículo menor tem, lembre-se também que, nem sempre quem bate atrás esta errado, pois o carro da frente é que pode provocar este acidente, ai a justiça é quem vai resolver, então fica a dica quanto as demais veículos, mas especifico os de grande porte, que apresentam uma dirigibilidade e comportamento diferente dos menores, cuide quando forem fazer conversões principalmente a direita, pontos cegos e as particularidades que estes veículos possuem e quem muitos condutores de veículos menores desconhecem.


segunda-feira, 1 de junho de 2015

Fenômenos físicos que ocorrem nas Curvas.


Para entender as forças físicas envolvidas em uma curva, é preciso conhecer o conceito de sub-esterçamento(sair de frente) e de sobre-esterçamento(sair de traseira).



O sub-esterçamento ocorre quando há perda de aderência das rodas dianteiras do veículo. É mais percebido quando se entra em uma curva com excesso de velocidade. Nesse caso, o condutor não consegue fazer a curva, pois o veículo tende a ir reto. Pode ser agravado quando os pneus não estão calibrados adequadamente, ou a pista está molhada ou com alguma lubrificação(óleo na pista). 
Nesta situação, devemos tirar o pé do acelerado e não acionar o freio bruscamente e manter a direção firme.

video



O comportamento sobre-esterçamento compreende a perda de aderência das rodas traseiras. Isso ocorre quando se pisa no pedal de freio na hora em que se faz a curva. Nessa situação, o veículo tende a jogar a traseira para fora da curva, e há um grande risco de o veículo girar. 
Em geral, é mais comum esta situação em veículos de tração traseira e, para corrigir essa situação, o motorista não pode frear e  tem que virar o volante no sentido oposto da curva para manter a manobra. 




Agora que você já conhece um pouco mais destes fenômenos comum em uma curva e que também pode acontecer com alguns veículo. Percebendo tal situações, mantenha a calma, libere acelerador e freie suavemente e faça uso do volante como o indicado na matéria e nos vídeos.