Pages

sábado, 28 de outubro de 2017

PSICÓLOGA DO TRÂNSITO DÁ 10 DICAS SOBRE COMO VENCER A ANSIEDADE E CONQUISTAR A CNH.

COMO VENCER A ANSIEDADE
E CONQUISTAR A CNH?
PSICÓLOGA DO TRÂNSITO DÁ 10 DICAS!



Olá aqui é a Flávia Martins, psicóloga do Trânsito e terapeuta online! Se você deseja tirar sua primeira habilitação, sei que certamente está sentindo um friozinho na barriga só de pensar na prova prática. Ser avaliado por uma pessoa que está bem do seu lado no carro é desconcertante, ficamos realmente apreensivos.

É comum ouvir de meus pacientes, que não entendem o porque não conseguem passar na prova, já que estão bem tecnicamente e para o instrutor da auto escola,  não tem mais nada a apreender isso acaba gerando frustração tanto no instrutor quanto aluno.

Os erros clássicos que levam a reprovação são: seta, freio de mão, não engatar a primeira marcha no pare. Observe que são erros de atenção.

Atualmente o índice de reprovação na prova pratica de direção veicular  é grande e  vem crescendo a cada dia segundo dados estatísticos dos Detrans.

Enquanto psicóloga noto que muitos são os fatores preponderantes para a reprovação  que estão ligados mais a estrutura de personalidade e ao estado emocional do que a parte técnica embora ela seja fundamental também.

Diante da minha trajetória de atendimento a esse público (desde a faculdade, passando por um projeto em parceria entre a Universidade e o Detran de Goiás até uma pós-graduação na área, até abrir clínica e empresa especializada no ramo de Psicologia do Trânsito) posso exemplificar alguns destes fatores preponderantes e desencadeadores dessa ansiedade e diante disso mostrar-lhes que a Psicologia pode ajudar e ser o diferencial na vida dessas pessoas que estão sofrendo por não ter a aprovação da tão sonhada carteira de motorista.

E porque o candidato a CNH não consegue manter a atenção na prova?! A resposta é simples e posso resumir em uma palavra: ANSIEDADE.

3 TIPOS DE PERSONALIDADE
QUE COSTUMAM REPROVAR NA CNH

1
PERSONALIDADES MUITO SUSCETÍVEIS 
 Candidatos que muitas vezes já vão fazer a prova contaminados com histórias de fracasso de outras pessoas ou fantasias criadas na mente sendo essas, negativa e catastróficas .
2
PERSONALIDADE DEPENDENTE E PERFECCIONISTA 
 São pessoas que sempre dependeram de outras para tomar decisões e agora se sentem perdidas diante desta autonomia em assumir o volante da vida, além de ser pessoas que não gostam ou não se permitem errar e diante de um erro na prova já se consideram reprovados e desistem de concluir a prova.
3
PESSOAS COM SENSO DE RESPONSABILIDADE  EXCESSIVA 
 São pessoas que se veem na obrigação de passar com 10, sem erros, devido a uma criação exigente ou por estar dependendo de outra pessoa para bancar o processo para tirar a carteira, tornando a reprovação um fardo.
Os candidatos a CNH tem sofrido por não passar, tentam várias vezes e acabam deixando  o processo vencer ou decidindo agir fora da lei, dirigindo sem habilitação ou sentem incapazes de dirigir. Já acompanhei caso de candidato passar por três processos  sem sucesso e que graças a terapia esse problema foi superado e hoje está conduzindo normalmente por aí.

Meu caro leitor, eu poderia citar vários outros exemplos de fatores desencadeadores desta ansiedade de tirar a carteira, mais este texto ficaria muito extenso e você provavelmente ficaria horas lendo, posso assegurar que é bastante subjetivo o significado desta habilitação na vida de cada indivíduo sendo isso muitas vezes o agravante da situação, tornando a prova desastrosa e traumática.

Orientação Psicológica Online em Psicologia do Trânsito ajudará, em tempo breve, na autoconfiança podendo através de um reforço positivo traçar estratégias para superar todos os traumas ou fantasias envolvendo a prova. E o resultado final pode ir além da  aprovação pois também, ajudará na vida pós habilitada, afinal sabemos bem que a vida muda quando podemos dirigir.

VAMOS ENTENDER MELHOR O QUE É A ANSIEDADE

A Ansiedade é uma resposta natural de um organismo saudável frente a uma situação de perigo ou interpretada como perigo ou diante mesmo de uma situação de algo importante na vida.

Situações de avaliação geram ansiedade dentre elas está a prova prática de direção veicular. Sendo a ansiedade um empecilho para a execução de uma boa prova, já que em níveis elevados atinge mecanismo de fuga levando a falhas de memória, ou dificuldades de atenção e concentração levando o candidato a CNH a cometer pequenos erros lavando a reprovação.

A ansiedade de tirar uma carteira de motorista tem um significado diferente e bastante subjetivo. Para alguns representam liberdade, independência autonomia. Mas ao longo do processo o significado pode mudar dada as dificuldades ou críticas vividas com as reprovações, daí ela passa a ser vista como um troféu (a mostrar para o marido) ou um diploma de inteligência ou competência ou se torna um sacrifício. Algo que a aterroriza como uma tortura.

Dependendo deste significado que ter uma CNH tem para o indivíduo o nível de ansiedade pode aumentar consideravelmente podendo se tornar patológica que muitas vezes necessita de intervenção terapêutica com foco na prova e os significados subjetivos de cada indivíduo.

O recurso que utilizo no consultório é trabalhar os significados e a interpretação que este candidato tem da prova. Se a ansiedade começa com o pensamento e justamente ele que tem que ser modificado.
É importante saber as etapas em se passará como candidato a habilitação. Então irei começar pelo começo, como se diz, que é abrir o processo no DETRAN.
ENTENDA AS ETAPAS QUE VOCÊ PERCORRERÁ
PARA TIRAR A CNH

O processo de obtenção de CNH passa por várias etapas antes da prova prática
  1. Exame médico
  2. Testes psicológicos (psicotécnicos)
  3. Curso teórico
  4. Curso prático
  5. Prova prática.
A etapa prática é a parte de maior ansiedade e a etapa onde mais pessoas reprovam. Algumas medidas preventivas  podem ser tomadas, afim de evitar tantos desgastes tanto emocionais quanto econômicos para ter sucesso e conquistar a tão sonhada carteira de habilitação segue algumas dicas que ao longo de cinco anos atendendo essa demanda desenvolvi para ajudar.

10 ORIENTAÇÕES DE UMA
PSICÓLOGA DO TRÂNSITO
PARA SUPERAR A ANSIEDADE DE TIRAR A CNH


DICA 1

CAPRICHE NA ESCOLHA DA AUTOESCOLA

 Sim, tem muita autoescola deixando a desejar e prestando serviços ruins por aí. Na verdade eu diria que a grande maioria, infelizmente, tem um modelo inflexível e desumano que visa lucro apenas não oferecendo suporte emocional para ao aluno. Algumas delas com instrutores incapacitados emocionalmente para ensinar (Eu também tenho curso de instrutora e trabalho treinando e capacitando instrutores em Psicologia do Trânsito. Se você é instrutor pode agendar uma sessão online, por videochamada, que te atenderei dando orientações psicológicas nesse sentido).
Então, antes de decidir qual auto escola escolher troque ideias com pessoas que já passaram por lá ou pesquise sobre a mesma na internet e no Procon.

DICA 2
O INSTRUTOR E O CARRO

 Existe algo que é fundamental para dar certo em qualquer situação de aprendizado ou de tratamento, a empatia.
''Empatia e a faculdade de compreender emocionalmente um objeto (um quadro, p.ex.) ou melhor e a capacidade de se colocar no lugar do outro.''

Você provavelmente já foi em algum profissional que não gostou porque não teve empatia ai você simplesmente não voltou ou mudou procurou outro. Assim deve ser na escolha do instrutor ele terá o mesmo papel que um professor de alfabetização teve na sua vida pois, te ensinará a dirigir, e então se o aprendizado não for bom, desde o princípio, pode ter reflexos ruins para o resto da vida. Se estiver escolhido e não gostou troque sem medo de ser feliz. Pense em você e em quanto está investindo!!
Entre nos carros disponíveis na auto escola, ajuste o banco e veja qual se sente mais confortável, que te dê mais segurança e visibilidade afinal e nele que você fará a prova.

DICA 3
FAÇA PROVAS SIMULADAS

 Converse com o instrutor para que ele te avalie cada aula com postura de avaliador (examinador) e te diga quantos pontos você fez. Assim poderá ajustar aquilo que não está a contento e acostumará ao sentir-se avaliada .

DICA 4
NÃO FAÇA AULAS UM DIA ANTES OU NO DIA DA PROVA

Não faça aula um dia antes da prova, no dia então, nunca. Você já aprendeu, pegou aula suficiente e está pronta para fazer a prova. Chega!
Descanse sua cabeça pois precisará dela na hora da prova como nunca. Sugiro atividade de lazer no dia anterior um cineminha por exemplo.

DICA 5
FOCO NA HORA DA PROVA

 Focar na tarefa, nas etapas fazer por partes rua por rua. Sim a ansiedade está ai presente e você está sentindo todos os sintomas dela, porém saberá manter o foco no que está fazendo e não no que está sentindo.
Eu posso te ajudar a administrar essa ansiedade temos exercícios que podem ajudar na atenção e concentração através da terapia online.

DICA 6
BUSQUE AJUDA ESPECIALIZADA
PARA CONTROLAR A ANSIEDADE


Vários podem ser os fatores que podem estar interferindo no seu sucesso na hora da prova por isso busque ajuda especializada a terapia pode te ajudar a descobrir o que está acontecendo e assim reverter essa situação a seu favor.

DICA 7
ESTUDE O PERCURSO, PREPARE A MEMÓRIA!

 Vá até o local em outro dia que não seja o seu dia de prova, procure videos do percurso, escreva as etapas desenhe… enfim utilize todos os recursos que fortaleça sua memória a reforce seu aprendizado.

DICA 8
APRENDA A REVERTER
O PENSAMENTO NEGATIVO EM POSITIVO

 Dúvidas vão surgir na hora da prova e você terá pensamentos negativos que tentaram te boicotar, reverta em positivo usando recursos mentais de lembranças de outras pequenas vitórias reais que você tem no processo: Fiz bastante aulas! Estou bem na aulas! Farei a prova no local que é familiar para mim já conheço estudei para isso! O carro é o mesmo das aulas, entre outros que possa descobrir por si mesmo.

DICA 9 
CONHEÇA AS PONTUAÇÕES

 Você sabe quantos pontos fará caso o carro apague? Qual falta é eliminatória? Você pode passar com três pontos, sabia? Importante ir sabendo e conhecendo seus direitos e deveres assim caso o carro apague por exemplo você saberá que fez 2 pontos e não reprovou ainda…. pode continuar a prova.

DICA 10
DEPOIS DE APROVADO AJUDE PESSOAS QUE VÃO TIRAR A CNH

 Ajude outras pessoas se você está aprovada(o)! Ajude, motive outras pessoas com histórias positivas porque o pensamento negativo contamina e pode prejudicar a prova que ele fará futuramente.

SEJA GENTIL E COMPARTILHE SUA EXPERIÊNCIA POSITIVA COM OUTRAS PESSOAS.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Aviso!

Olá pessoal, seguidores e não seguidores do blog, venho deixar este recado para vocês que nos acompanha que, o blog está há algum  tempo sem atualização, mas estou acompanhando diariamente os comentários que são publicados nos posts, e respondendo cada um individualmente, não só aqui, mas no canal no YouTube e dúvidas e comentários que recebo no Facebook também.

Caso tenha alguma dúvida ou sugestão, podem postar um comentário ou enviar pelo correio eletrônico euvoudirigir@gmail.com que na medida do possível eles serão analisados, respondido e criados,  se possível.

Quero deixar aqui meu agradecimento à todos que prestigiam o trabalho realizado pela página e a todos que interagem conosco!

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Cruzamentos em vias de mão única.


  Olá pessoal, nesse post, quero passar algumas orientações sobre como proceder em cruzamento entre vias de sentido único. Existem algumas particularidades nesses casos e é fundamental você observar os diversos informativos das sinalizações para eles, podendo ser orientado por placas, semáforos ou a sinalização no solo, veja alguns exemplos na figura abaixo:


   Notem a quantia de sinalização que aparece agora na via de mão única,  poderemos encontras a sinalização semafórica, vertical das placas e as horizontais com indicações das possíveis manobras, porém aquela regra de duas ruas se cruzando continua valendo, uma tem o direito, enquanto a outra o dever, ou o semáforo vai alternando esta regra.

   E como podemos identificar se a via é de sentido único ou duplo? Existe uma fórmula bem simples para isso, você descobre a resposta através da sinalização horizontal, ou seja, as faixas que dividem os espaços para os veículos circularem, se for amarela é via de mão dupla e, se for branca, é via de mão única, sempre será assim, e um detalhe, se não houver nenhuma faixa pintada no solo, normalmente essa via será de sentido duplo também. 



   Agora que você já observou alguns detalhes sobre as vias de mão única, vamos para as opções e o que pode ser feito ou deve ser em cada uma delas, observe a imagem e sua devida explicação:

Imagem 01: Cruzamento entre via de sentido duplo e único!



  Note as opções para as duas vias, cada carro tem sua devida direção que pode ser tomada, marcadas pelas linhas referente a cada carro, tudo vai depender da sinalização presente no local, em ambas as via, pois a sinalização será específica para cada caso. O importante nesses casos é, se for fazer a conversão para esquerda, precisa cuidar com o veículo que seguirá reto, por exemplo o carro azul, neste caso, ele é o único que em restrição, pois na manobra pretendida à esquerda, ele cruzará a frente do carro vermelho, então ele deve aguardar em primeiro lugar o fluxo da via transversal, que tem a preferência e posteriormente o contra-fluxo.

 Observe o que diz o Código de Trânsito:
Artigo 38. - Parágrafo único. Durante a manobra de mudança de direção, o condutor deverá ceder passagem aos pedestres e ciclistas, aos veículos que transitem em sentido contrário pela pista da via da qual vai sair, respeitadas as normas de preferência de passagem.
  Com base nesta orientação, entende-se então que o carro azul é realmente o carro com mais restrições e cuidados ao virar para esquerda.

Imagem 02 - Cruzamento entre vias de sentido único!


  Esse caso já ficou bem mais simples, cada um com suas opções, e com cada espaço que deve percorrer, o único detalhe é, observar a sinalização presente no local da via que esteja trafegando e fazer aquilo que seja obrigatório ou opcional, mas com orientação da sinalização. O maior cuidado neste caso é só do carro azul, pois, se ele for fazer a conversão para esquerda, na posição em que se encontra, precisa observas os direitos e deveres para o carro verde, para só então realizar uma manobra, e claro, na sua sua pista correta, como mostra a linha azul!

Imagem 03 - Vias de sentido único controlado por semáforo e um único sentido.


  Para este último caso, não é uma situação muito comum, porém em centros urbanos é possível deparar-se com algo do gênero, mais aí a sinalização eletrônica se encarrega de controlar tudo.

  O que precisamos levar de regra, sempre que for fazer  uma conversão à esquerda é, sempre cuidar com o contra-fluxo e com os detalhes passados aqui, e acima de tudo, com o artigo 38 do ctb! Espero que essas informações possam ajuda-los no conhecimento do trânsito e suas particularidades!

domingo, 2 de abril de 2017

Dicas para fazer e desfazer as curvas com carro!

  Olá pessoal, segue um vídeo com dicas e orientações sobre as curvas, assunto que sempre recebo comentários, então resolvi fazer o vídeo para passar algumas dicas.

 Curta e inscreva-se em nosso canal no YouTube.



  Bom treinamento e qualquer dúvida é só perguntar!

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Como dar marcha ré em ruas estreitas.


  Olá pessoal, em vídeo aula com dicas sobre manobras em marcha ré, segue o vídeo para vocês, inscreva-se no canal no YouTube e no Facebook para mais assuntos.




sábado, 31 de dezembro de 2016

Feliz ano novo!


Que 2017 seja repleto de direção defensiva, que as manobra de baliza sejam aperfeiçoadas e praticadas cada vez mais, que você mantenha distância de segurança dos demais veículos, que respeitamos os ciclistas e pedestres, que tenhamos paciência e colaboração com o transporte coletivo de passageiros,  que o limite de velocidade seja respeitado e a vaga de estacionamento especial, seja usada de forma consciente e por quem é de direito, que respeitamos os semáforos, faixas de pedestres e a sinalização viária, que usemos mais e corretamente a sinalização do nosso veículo, que a buzina seja usada para alertar, mas também para agradecer e se desculpar, que nosso veículo seja uma ferramenta que nos dá prazer, alegrias, praticidade e felicidade em nossas vidas, que não usemos nosso veículo para intimidar, ameaçar ou ser arrogante, e que a segurança de todos e o respeito pela vida esteja em primeiro plano em nossa mente, é o que desejo para 2017!

Um Feliz Ano Novo e um 2017 repleto de realizações! 

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Agradecimento!


  Olá pessoal, seguidores e não seguidores do blog, canal do youtube e da página no Facebook, gostaria de agradecer à todos pelos prestígio ao blog, chegamos a marca de 1.000.000 de visualizações, muito mobrigado a vocês que me ajudaram a chegar a esta marca!

  Espero que estes canais continuem contribuindo para o aprendizado e desenvolvimento de suas habilidades ao volante, e que os conteúdos passados aqui, possam contribuir para termos um trânsito mais seguro e civilizado para todos nós.  



  Muito Obrigado!!! 


quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Manobra de baliza.


O quanto dar ré sem bater no protótipo de trás, e ter espaço suficiente na frente para sair da vaga sem bater!
   
   Olá pessoal, neste post quero passar para vocês umas dicas sobre esta manobra, mais especifico quando é preciso dar uma ré no carro dentro da vaga, e quando é que você precisa fazer essa ré? Normalmente é feito isso quando tem que manobrar o carro, para acerta-lo dentro da vaga, normalmente o instrutor ensina fazer a manobra e entrar de primeira na vaga, mas quando erramos alguma coisa, nem sempre é possível então esta entrada de primeira, aí o resultado é manobrar o carro e, na hora de sair, é preciso desta ré para abrir espaço e sair sem bater no protótipo da frente, aí vem a dúvida, o quanto andar? Essa é uma dúvida que segue quase todos  os alunos, e com essas dicas, você vai ter como resolver este problema. 


   Existem diversas formas de fazer uma manobra de baliza, não existindo uma única e certa, sendo assim, o que o instrutor ensinar e ou os ajustes que você quiser fazer, desde que saia a manobra dentro do que o exame cobra, é valido.
A forma com que costumo ensinar, está em um post, veja aqui, e estas informações são só um complemento para as manobras, independente de como você aprendeu.

   Então vamos lá, sabe aquele momento em que você está fazendo a manobra e a roda de trás encosta no meio fio, e o carro fica atravessando, aí você tem que fazer um monte de manobra para acertar, veja na imagem abaixo:


   Feito a correção do veículo, o resultado será, ele ficar mais próximo do protótipo da frente, veja na imagem "A" como ficará o carro, e na imagem "B", o espaço que sobra e que deve ser usado para manobrar para a saída da vaga.


   Para fazer esta ré na vaga, o primeiro e principal cuidado é, certificar-se de que a direção do carro está alinhada, para isso, se você não sabe ou não tem certeza de como ela está, faça aqueles procedimentos básicos de contar as voltas do volante, e com a direção correta, não terá perigo de subir no meio-fio, aí é só afastar o quanto precisar.
Para afastar, você vai fazer o seguinte, vai usar como referência, o para-choque do protótipo à sua frente, veja na imagem abaixo, vai afastar até chegar a medida feita para você, o que pude observar é que fica mais ou menos a medida de uns três a quatro dedos que aparece da parte preta do para-choque, e como vai criar está medida, você vai pedir ao seu instrutor para ele te passar até onde você pode ir de ré sem bater, aí é só fazer a medida e pronto.


   Feito esta medida, você vai ter a segurança necessária sem perigo de bater atrás, lembrando que você não deve ultrapassar nunca esta medida, para não bater no protótipo de trás, vale reforça também que se ficar em dúvida, o melhor é sempre manobrar e olhar tudo o que puder, nesta hora o importante é não bater, vale usar os retrovisores externos  também, lembrando que é mais difícil de ter noção da distância.


    Note como é mais difícil usar os espelhos, usado a medida do para-choque, fica mais fácil acertar a manobra e conseguir o espaço suficiente para tirar o carro da vaga, sem perigo de bater na frente ou atrás.


  Espero que estas informações possam ajuda-los no processo de aprendizado e aprovação no exame.



segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Cruzamento de vias.

 
  Olá pessoal, neste post, quero passar para vocês uma situação que encontramos em nossas vias, esta é uma particularidade que é muito cobrada no exame prático.

Observe a imagem abaixo:


  O que podemos retirar de informação desta situação: que é o encontro de duas vias e que ambas tem sentido duplo de circulação, mas, não sabem quem tem e quem não tem o direito de passagem, e porque não sabemos isso? Por não existir sinalização para nenhuma via, e como saber que tem o direito então? O Código de Trânsito define o seguinte:
  "No capítulo III - Das normas gerais de circulação e conduta, artigo 29, inciso III e alinha "c", diz que: no cruzamento não sinalizado, a preferência de passagem é do veículo que se desloca pela direita, ou seja, independente do ipo de cruzamento não sinalizado, o direito de passagem é do carro que vem ao teu encontro, pela via transversal à sua direita!"
  Este tipo de cruzamento é conhecido como "bifurcação em T ou interseção em T", sendo orientado que, ao se deparar com um local desse tipo, se você está trafegando na via que acaba, o sensato é que pare seu veículo, permitindo a passagem de que circula pela transversal. O correto mesmo é este local ser devidamente sinalizado, visto que é norma descrita no CTB em sem artigo 88.
"Nenhuma via pavimentada poderá ser ser entregue após sua construção, ou reaberta ao trânsito após a realização de obras ou manutenção, enquanto não estiver devidamente sinalizada, vertical e horizontalmente, de forma a garantir as condições adequadas de segurança na circulação."
 O correto neste caso seria a via ser conforme imagem abaixo:


  Este tipo de situação costuma reprovar muitos candidatos durante o exame prático, independente da categoria, e também é comum acidentes neste local, justamente pela ausência de sinalização, então tome cuidado ao se deparar com um local desse tipo, principalmente os cruzamentos não sinalizados, lembre-se da preferência da direita e, se souber de locais não sinalizados, é um direito e um dever seu como cidadão, solicitar a instalação da devida sinalização do local, junto ao órgão competente onde reside, o que pode ser a própria prefeitura.

  Espero que estas informações possam ser úteis na formação e aprimoramento de todos os condutores e futuros!

domingo, 9 de outubro de 2016

Direção defensiva - Rodovias

 Aplicando conceitos da direção defensiva.

 Olá pessoal, neste post quero passar algumas orientações sobre direção defensiva em uma situação comum em nossas vias, principalmente em rodovias, para isso veja o vídeo.


Como podem ver, infelizmente vidas foram perdidas beste "acidente", mas com algumas atitudes simples, esta fatalidade poderia ser evitada, com as informações que passarei há vocês, não vai resolver tudo mas em alguns casos poderá salvar sua vida ou de outros.

O que podemos tirar de informações deste vídeo:

1 - Motorista do caminhão distraído, não viu os veículos parando.
2 - Uma velocidade alta.
3 - Um problema no sistema de freios do caminhão.
4 - Falta de sinalização de emergência na via, indicando uma situação de risco.
5 - Falta de distância de segurança entre os veículos.
6 - Tomada de decisão para desviar.

 Como podemos ver, há uma série de situações observadas neste vídeo e, com base nestas condições, é possível enumerar varias tomadas de decisões também e, temos aqui uma outra situação, esta colisão poderia ser evitada ou não? A resposta é certa, este "acidente" poderia não ter ocorrido, sem sombra de dúvidas! E porque, o motorista do caminhão poderia ter saído da via pela esquerda e tudo seria resolvido.


Atitude que poderia ser tomada pelo motorista do caminhão.

 Mas, aí temos outro problema, que foi o indicado pelo motorista do caminhão, ele estava distraído e não viu o trânsito parar, e qual seria a solução? O motorista do carro sair pela esquerda também, era uma opção segura que ele tinha. Aí você pergunta, mas como ele poderia fazer isso?  A resposta é, ele já estava parado, de onde poderia vir o maior perigo para ele? De trás é a resposta, se ele estivesse parado e deixando a distância de segurança entre seu veículo e o da frente e, prestasse atenção ao retrovisor, ao que estava acontecendo atrás dele, ele provavelmente teria visto o caminhão vindo sem diminuir a velocidade e, poderia ter saído pela esquerda e não ser esmagado, claro que não é algo 100% eficiente, mas que , poderia ter resolvido a situação dele e, você me pergunta, e a colisão entre os caminhões? Bom, aí a situação é outra que infelizmente e nem sempre é possível achar alguma solução, mas neste caso em especial, o motorista do caminhão sairia com ferimentos, mas vivo, já o carro no meio de dois caminhões, as chances de sobrevivência num caso desses é só por obra Divina.

Conduta do motorista do carro, a forma defensiva e segura de parar diante desta situação.

 É importante saber que, estas orientações são validas para as motos também,  e não só para as rodovias, é importante tomar esses cuidados para o perímetro urbano também,  tudo que se aplica nas rodovias é válido para as cidades e o contrário também se aplica.

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Tipos de velocidades nas vias.




Olá pessoal, neste  post, quero conversar com vocês sobre este regra de velocidade definida pelo Código de Trânsito. Temos aqui, três situações sobre a velocidade das vias e quero falar um pouco sobre cada uma delas, elas são:
  1. Velocidade Máxima.
  2. Velocidade Mínima.
  3. Velocidade Segura.
Perante esta situação, temos também que saber sobre os tipos de vias que temos, são elas:
  • Rodovias e Estradas.
  • Vias urbanas:Vias de trânsito rápido, arteriais, coletoras e locais.
Independentemente do tipo e classificação das vias, as regras comentadas aqui, são validas para todas elas e  estão descritas no Capitulo III do Código de Trânsito Brasileiro.


Velocidade Máxima: O Código de Trânsito, no seu artigo 61, é definido o limite de velocidade para cada via e tipos de veículos em circulação por ela. A sinalização também nos informa estes limites e temos equipamentos eletrônicos para aferir e punir nossas transgressões à estes limites, são os radares. 
Esta velocidade é imposta pelo órgão com jurisdição sobre a via e, leva-se em consideração diversos fatores como, retas, tipos de pista simples ou dupla, com acostamentos, canteiros centrais, perímetros, entre outras situações, por isto ela muda de trecho em trecho.

Velocidade Mínima: Isto mesmo, ela existe e está descrita no Artigo 62, o CTB define que a velocidade mínima não poderá ser inferior a metade da máxima permitida para o local, e com uma ressalva sobre as condições operacionais da via e do trânsito. Não é fiscalizada por equipamentos eletrônicos e, sempre que for trafegar em velocidade reduzida, deverá fazer pela faixa da direita.  

Velocidade Segura: Esta é a mais importante de todas, determinada pela nossa prudencia e bom senso, aqui devemos levar em consideração as duas anteriores, por que não existe uma velocidade correta para trafegar, e sempre nos encontramos em algumas situações onde outros motoristas não sabem ou não se preocupam com a regra e a segurança.

Exemplo disso, um cidadão que sabe da regra que, veículo lento, trafega pela direita da via, aí o que ele faz, em uma rodovia onde a menor velocidade é a dos caminhões, 80 km/h, o cidadão vai a 60 km/h e o resultado é que todos tem que ultrapassa-lo, colocando em risco a vida de todos e a dele, e porquê este risco? Por estar trafegando abaixo do limite de velocidade dos demais veículos, por mais que esteja dentro da lei, está cometendo o erro de obstruir e trafegar abaixo da linha de segurança, que neste caso seria 80 km/h. Agora, pare para analisar a situação, um caminhão pesando  10, 20, 30 ou mais toneladas, medindo 15, 20 ou mais de 30 metros, tendo que frear ou desviar de um carro! Olha que situação complicada, e temos ainda a questão do espaço e do tempo pare ele fazer esta manobra, e você achando que está correto com seu comportamento. Por isso, temos então a velocidade segura, que deve levar em consideração as condições da via, do clima e do fluxo de veículos, assim reduzimos as situações de risco.

Para manter a sua segurança e dos demais condutores, você deve levar em consideração sempre, a velocidades dos demais veículos, caso contrário, você estará criando uma situação de perigo para todos, e o detalhe importante sobre este assunto é, estas regras são válidas dentro das cidades também, e não só em rodovias como muitos pensam que é válido.

Fica aí o conhecimento sobre as velocidades de tráfego que temos, veja sempre qual é a mais segura para a situação e o que deve e precisa ser feito.