Pages

sábado, 21 de dezembro de 2013

Saudações!




Que o novo ano que se iniciará seja repleto de Alegria, Paz, Felicidade, Amor, Luz e quantas outras coisas mais nosso Senhor Deus possa nos agraciar, é o que desejo a todos os participantes e visitantes deste blog, e que sua tão sonhada Carteira de Habilitação seja alcançada e abençoada por Deus.

Felicidades!!!!!! 

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

As responsabilidades da direção.

 

   Bom pessoal, neste post eu quero falar um pouco da responsabilidade de assumir a direção de um veículo, e para você fazer isto tem que assumir as consequências deste ato. Então a "coisa" funciona assim.

  A partir do momento que você decide matricular-se em um Centro de Formação de Condutor para conquistar a sua Carteira Nacional de Habilitação, inicia-se este processo de responsabilidade, e tudo o que você tem q desenvolver no processo, demonstrará o quanto será responsável na direção e no trânsito, pois a disciplina e a responsabilidade é tudo para dirigir, e o que acontece hoje em dia é o oposto disto, pois é só acompanhar os noticiários na mídia que vemos isto, com o grande numero de acidentes, lesões corporais e mortes que presenciamos, então dirigir resume-se a ter o conhecimento, a habilidade e responsabilidade. E este três termos tem que andar juntos, e nem sempre as pessoas querem isto, e vou fazer um breve comentário sobre cada um deles. 

   Do Conhecimento: 

 O Código de Trânsito Brasileiro determina que o condutor tem a obrigação de conhecer e cumprir as normas e leis de trânsito, e o desconhecimento não pode ser usado em sua defesa, e hoje temos a internet como um meio rápido, prático e fácil de adquirir o tal conhecimento e está acessível a qualquer um, e após matricular-se na "autoescola", o candidato passará pelo treinamento teórico para adquirir um pouco mais deste conhecimento, especificamento o do trânsito, que é determinante para se conduzir um veículo, pois é de extrema importância conhecer as regrar e normas que existem para que o trânsito acontece, e com um carro é bem diferente de estar a pé.
  
  Existem uma infinidade de situações e conduta que o "motorista" deve cumprir, é regra para tudo o que desejamos fazer e a autoescola ensina, e depois as pessoas esquecem, pois já adquiriram a sua "carteira" e acham que não precisa mais fazer aquilo, e o resultado é esta desordem que temos nas ruas aí, um tentando mostrar ser "SUPERIOR" mais que o outro, e brigas e mortes e stress e tudo mais.

  Então conheça quais são seus direito e deveres e os cumpram rigorosamente, e é claro um pouco de bom senso não custa nada para ninguém.

   Da Habilidade:

  Este item é importante, pois aqui está sua capacidade de controle do carro e da situação que venha a acontecer, e isto só vem com o tempo e treinamento, pois você tem aqui que identificar o problema, pensar em uma solução e agir, que pode ser desde um desviar ou até mesmo parar o carro. E hoje mais do que nunca, estas atitudes deve estar sempre presente conosco ao assumirmos a direção de um veículo, para não nos envolvermos em problemas, pois as ruas cheias de carros e os mais variados comportamentos dos "motoristas" acabam influenciando nas nossas decisões, e temos que pensar e agir muito rápido e de forma correta, então recomendo que você respeite seus limites e tenha cuidado para não ter o comportamento e conduta de quem já tem muita prática de direção, pois uma situação muito comum aos iniciantes de volante é, aprender um pouco e já acham que sabem tudo e que pode sair rodando feito um "bonzão" pelas ruas aí. E não é bem assim que a coisa funciona, experiencia é tempo e não uma coisinha que você aprendeu, e no trânsito as nossas atitudes erradas sempre têm uma consequência indesejada na maioria das vezes. Então, cuidado e respeito com tudo.

  Da Responsabilidade:

  Dirigir exigem muita responsabilidade também, pois não adianta você ter os dois conteúdos anterior e e não ter este ultimo. Aqui devemos aplicar todo o conhecimento e habilidade e assumir os erros e acertos dos nossos atos, e aí a coisa começa a apertar, pois a maioria das pessoas não querem assumir a responsabilidade dos seu atos, e não é só no trânsito, é para tudo nesta vida, e o tema aqui é só mais um. Então assim, dirigir implica em bater o carro ou ser batido, atropelar ou ser atropelado, errar ou sofrer as consequências do erro dos outros entre outras situações, e o ideal seria isto não acontecer, mas infelizmente, faz parte da nossa vida.

  E quando a pessoa não esta preparada para isto, fica muito difícil dirigir ou acaba-se por não dirigir, então saiba que o que falei acima é algo que pode acontecer e você deve estar com o corpo e a mente preparados para tal situação, se isto vier a acontecer, e eu espero que não aconteça.

  Então tenha o conhecimento necessário, tomando a melhor decisão para que você não venha a sofrer as consequências dos atos errados e assumindo a responsabilidade do volante que todo "motorista" deveria ter. 

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Porque deixo o carro "morrer" tanto ou dou solavancos?

  

  Olá pessoal, quero falar neste post com vocês sobre um assunto muito importante e interessante que é, o "carro morrer", e porque isto acontece? Simplesmente pelo descontrole do pedal por parte do usuário, eu já falei sobre este assunto em outros posts e quero dedicar este só para este assunto.

   Então vamos lá falar sobre isto começando pela seguinte informação, como e em quais situações iremos utilizar a embreagem: Colocar o carro em movimento, Realizar trocas e reduções de marchas e manobra de parada do carro, e se você não vai fazer nenhuma das três ações citadas aqui, não deve manter o pé sobre o pedal, pois, para o exame prático você perde pontos, e para o carro, gera desgaste prematuro do sistema.

  O que você vai fazer com o pedal da embreagem é aperta-lo todo para poder manipular a marcha do carro realizando o desacoplamento da transmissão (câmbio ou marchas) com o motor do carro, e esta é a função da embreagem - ACOPLAR/DESACOPLAR o câmbio do motor, e aqui acontece o seguinte. O motor ligado, ele fica girando e o câmbio fica com as engrenagens paradas e a embreagem desempenha o papel de unir o que está parado com o que esta em movimento, e é aqui que ocorre todos os problemas, pois a manipulação inapropriada do pedal da embreagem vai resultar na morte do carro, porque o encaixe do motor e do câmbio ocorre de forma brusca, que é o ato de soltar rápido de mais o pedal da embreagem, e para isto eu oriento sempre os meus alunos a manipular o pedal na sua liberação com um movimento de "soltando" que é um movimento mais suave, e não o de "soltar" que é muito brusco, pois todo o problema esta relacionado neste momento de liberação do pedal. Mas é bom lembrar que você não pode demorar demais para liberar o pedal da embreagem, pois, dependendo da inclinação da rua, o carro pode ganhar velocidade se for declive, ou até mesmo parar se a rua for aclive, e ai vem uma pergunta básica para todos que estão começando a dirigir. "E como é que eu libero a embreagem então, se não pode ser rápido nem demorado? "

  Uma técnica que eu uso para responder a esta pergunta é assim, contar até 3, e para liberar a embreagem, deve-se fazer esta contagem "soltando" o pedal proporcional a contagem, exemplo da contagem:
  • 1 = Liberar 1/3 do pedal;
  • 2 = 2/3 do pedal; 
  • 3 = 3/3 do pedal, ou seja, libera totalmente o pedal da embreagem. 
  E esta explicação também serve para aqueles momentos em que a pessoa vai colocar o carro em movimento ou trocar de marcha e o carro da uns solavancos, e isto ocorre por causa do descontrole do manuseio da embreagem, então basta um pouco de treino e ficará bom neste assunto, e um detalhe importante aqui para ajudar a controlar melhor o pedal da embreagem é não sentar com o banco do carro muito para a frente, pois assim você fica sem espaço para mexer a perna e acaba por soltar descoordenado, e as consequências são a morte do motor ou os solavancos.

domingo, 1 de dezembro de 2013

Estacionamento na via.



 Bom pessoal, neste post quero passar algumas dicas para vocês sobre o estacionamento do veículo na via, manobra esta necessária para finalizar o exame prático e também para o cotidiana das pessoas, porém está não é a manobra de baliza, pois durante o teste eu não recomendo aos candidatos fazerem baliza para finalizar o teste, a não ser que seja solicitado pelo examinador, o que não é tão comum acontecer.
  
  Normalmente na ora em que ele quer finalizar o exame, ele pede para o candidato escolher um local, ou ele mesmo determina onde será, que não vai ser em um local proibido, e que pode ser em meio fio ou área com grama, não podendo o examinador induzir o candidato ao erro. E quanto a esta situação, você deverá ter os seguentes cuidados de não estacionar:

  1. Na entrada e saída de garagem;
  2. A menos de 5 metros do cruzamento de vias, antes ou depois do mesmo;
  3. Em guias rebaixadas;
  4. Em frente a pontos de ônibus;
  5. Sobre a calçada ou grama, ou bater ou subir a roda nos mesmos ;
  6. A mais de 30 centímetros de distância da guia da calçada (meio fio ou grama); 
  7. Nas linhas de bordo amarelas ou brancas;
  8. Bloqueando a via;
  9. Local proibido, ou em fila dupla.
  E após tomado estes cuidados, como devemos proceder para a manobra? O candidato deve escolher cuidadosamente o local, realizar a sinalização da manobra para o lado que ele deseja estacionar, que normalmente é do lado direito da via, porém, tomem cuidado pois em uma via de sentido único, o estacionamento pode ser a direita, esquerda ou dos dois lados da via, é importante ter este cuidado de observar este ponto.

  E agora vem também uma pergunta básica que o aprendiz sembre faz, "como é que eu vou saber a distância certa para estacionar e não bater a roda ou ficar longe do meio fio?". E a resposta é, noção de espaço e área do carro, para que isto não ocorra, mas vou dar uma dica aqui que é uma espécie de "mira" para facilitar um pouco a sua vida, e para isto vejam as imagens abaixo.





  Observada a imagem, eu coloquei umas marcações para definir a "mira" do estacionamento, e você deverá agir assim, ir levando o carro para o lado até o meio fio chegar no ponto indicado pela imagem no parabrisa do carro, fazendo com calma, após realizar esta "mira", ai você aciona levemente o freio e posteriormente a embreagem e vai controlando o volante para manter o carro no local indicado para não afastar e não aproximar de mais, e só depois é que deve acontecer a parada do carro, e esta marcação servirá no meio fio e na grama também. Então é o seguinte, a ora que for estacionar, você deverá proceder por etapas, como esta a seguir:

  1. Escolher o local do estacionamento;
  2. Sinalizar a manobra:
  3. Ir ajeitando o carro na "mira" para realizar a distância correta;
  4. Realizar a parada do carro; 
  5. Observar os cuidados citados no item de não estacionar;
  6. Se for necessário ajeitar o carro, faça-o com cuidado;
  7. Desengrenar o carro, acionar o freio de mão, desligar o pisca e o motor do carro.

  Esta "mira" que passei anteriormente deve ser observada com o carro que você esta usando e parado para você ter o ponto exato seu e do seu carro, pois este que passei aqui é um esboço apenas, e pode variar de carro para carro. Espero que entendam e consigam executar o que expliquei aqui e sucesso.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

O aprendizado na direção veicular.

   Olá pessoal, estou escrevendo este post para falar um pouco sobre o curso prático para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação, que é de 20 aulas mínimas, com duração de 50 minutos cada, que dará um total de 16 horas e 40 minutos de treinamento, e não 20 horas como é divulgado, pois a forma para saber o tempo total é somando as aula "uma a uma". Então, como podem verificar, não é uma quantia tão alta, e que nem sempre é o suficiente para uma pessoa aprender tudo o que é necessário para fazer o Exame Prático, digo apenas este, e principalmente para o dia a dia nas ruas.

   E o que acaba acontecendo é que no finas das aulas, o instrutor realiza uma avaliação com o candidato, e com o que ele foi verificando ao longo do treinamento, e acaba por solicitar mais uma certa quantia de aulas de reforço, que vai variar de candidato para candidato, e não é uma forma de extorsão do instrutor ou da autoescola, e sim por motivos de dificuldades que o candidato apresentou durante o treinamento, para que seja necessário as aulas de reforço. E vou explicar um pouco mais sobre estas dificuldades a seguir.

   Para começar com o assunto, vamos falar sobre o curso teórico, que é a base para o treinamento prático, e o que acontece com a maioria dos candidatos quando chegam nas aulas de direção, não sabem de nada ou não se lembram de mais nada ou esqueceram de tudo, e porque? A resposta é - Já passei na prova teórica! E eu deixo uma pergunta para vocês. De que adiantou ter feito o curso teórico se a pessoa não se lembra de mais nada na ora de fazer as aulas práticas?

   Outro ponto que devemos levar em consideração é o simples fato de a pessoa fazer a habilitação aos 18 anos que é o que determina a lei, então é o seguinte, a pessoa passou 18 anos da vida dela PENSANDO, AGINDO e se COMPORTANDO como PEDESTRE, e da noite pro dia ela vira "motorista", então, isto não é algo tão simples assim não. O mesmo acontece com motocicletas também, e neste quesito, a coisa se complica um pouco mais, mas vamos voltar para o carro.

   O treinamento teórico é a base para a direção, vejamos, todo e qualquer curso que a pessoa resolve fazer, tem as duas partes, a teórica e a prática, é sempre assim, e porque para dirigir as pessoas não valorizam o ensino das teóricas? Eu trabalho com o treinamento das duas partes, e vejo na prática o quanto é abandonado esta parte do conhecimento teórico, então aviso a vocês, deem valor a isto pois é muito importante. Eu passei a escrever este blog, justamente por detectar as dificuldades que vejo com as pessoas nas aulas práticas, e então tenho este mecanismo para passar um pouco mais de conhecimento.

   Outro ponto que quero passar aqui é a mudança que temos radical da rotina diária de SER UM PEDESTRE e de repente virar um MOTORISTA, e como eu sempre falo para os meus alunos, ser pedestre, o que vale é a lei da sobrevivência, olhar para todos os lados, vê se o carro vai deixar ou não você passar, e até caminhando na calçada que é de total direito do pedestre, nós paramos para deixar o carro passar por ela, e para ser motorista, existem regras que a pessoa tem que cumprir, resumindo, a tal da cidadania que fala dos DIREITOS e DEVERES do cidadão, e este é o preceito básico para ser um bom motorista, conhecer e cumprir seus direitos e deveres, e é justamente isto que é ensinado nas aulas teóricas.

    Um outro ponto importante também são as atividades manuais, que ultimamente, com a era tecnológica, as pessoas estão abandonando coisas simples e que num futuro faz falta, por exemplo, andar de bicicleta, e ai vem aquela pergunta, o que tem a ver andar de bicicleta com dirigir? E eu respondo, desenvolvimento de coordenação motora fina, que é de extrema importância para quem quer dirigir ou pilotar motocicleta, e vocês podem ler um pouco mais sobre este assunto, CLICANDO AQUI, e recomendo mesmo, pois o conteúdo é muito bom. E dirigir, nada mais é que coordenação motora, especificamente, a FINA, e esta aí o motivo de tanta dificuldade para dirigir, fazer o cérebro controlar o corpo, somando as outras tarefas que teremos que fazer junto, que é VER o que está acontecendo a sua frente, observando desde um animal solto na via até a sua sinalização, OUVIR o que está sendo dito pelo instrutor ou pelo som do motor do carro e EXECUTAR comandos muito delicados e preciso no veículo, e o que acontece com a pessoa, TRAVA, e não consegue executar estes comandos, e acabam por ter dificuldade no aprendizado.
 
  Um ponto muito importante para dirigir é tomar decisões e atitudes diante de situações que venha a se apresentar na sua frente, e o item importante para isto é, conhecer os seus DIREITO e DEVERES como condutor, pois a maioria dos iniciantes não querem ter esta responsabilidade para si, e ficam sempre esperando o instrutor falar ou agir, e a consequência para isto é, não aprender, porque fica sempre esperando a decisão de outra pessoa, então não tenha medo de errar, pois é com este que vem o aprendizado.

   Isto é um pouco do que tenho observado ao longo do tempo trabalhando com autoescola, e tento procurar meios para ajudar as pessoas ou entender o que acontece com elas que bloqueiam tanto quando dão partida no motor do carro.

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Manobrando o carro.

  Olá pessoal, estou com mais este post sobre manobras com o carro para complementar o post anterior sobre o mesmo assunto, e aqui eu quero explicar um pouco mais sobre este assunto, passando uns ponto importantes e interessante para que você possa melhorar sua capacidade e habilidade para o teste de baliza, entrada e saída de garagem, postos de combustível, ou qualquer outro tipo de manobra que queira fazer com um carro, e vou passar por tópicos para vocês.

  • Qual marcha usar para a manobra:
  As marcha que podemos usar para este ato são sempre a 1ª Marcha e  Ré, então tome cuidado para não usar marchas erradas que podem resultar na "morte" do carro.
  • Uso da embreagem ao manobrar:
  Este é um equipamento de fundamental importância na hora de manobrar um carro, e o uso incorreto resulta na perda de controle e domínio do veículo e da situação, e o segredo para isto é, toda vez que precisar manobrar o carro, você deve manter o pé sempre no pedal da embreagem, pois precisará usar ela o tempo todo, então não solte a embreagem completamente e muito menos retire o pé do pedal, pois, se fizer isto, você irá perder o controle e domínio do carro deixando ele "morrer" ou acabando por bate-lo em alguma coisa, então tome cuidado e não retire nunca o pé do pedal da embreagem e vá usando ela aos poucos, conforme for necessário.

  • Uso do acelerador:

 Este também é outro equipamento que devemos tomar cuidado com o seu uso, pois o normal é, na ora de manobrar, devemos estar em baixa velocidade, ou não iremos conseguir realizar com segurança, então não abuse.

  • Uso do volante:
  Este é outro equipamento que devemos ter muito cuidado, pois um erro com este, pode resultar em não conseguir efetuar a manobra ou acabar por bater o carro em algo, então preste bastante atenção em "COMO ESTÁ O VOLANTE, COMO DEVE FICAR E O QUE VOCÊ DEVE FAZER".

É importante que você saiba identificar o alinhamento da direção sem ter que por a cabeça para fora do carro, então ache o ponto de alinhamento da direção, que normalmente num carro de direção mecânica é de 2 voltas, pois o total das voltas do esterço da direita para a esquerda é de 4 voltas completas, então tirando 2 voltas você chega ao alinhamento das rodas. E já no carro com direção hidráulica, esta voltas é um pouco menor, em geral fica na casa das 3 voltas e meia (1/2) e para deixar a direção alinhada, basta desvirar 1 volta e meia.


  •  Alinhamento do carro:
 O alinhamento do carro durante uma manobra é outro item importante também, pois você deve saber "como o carro esta e como você quer e precisa deixa-lo", para isto devemos usar os espelhos retrovisores e o ângulo de visão da parte da frente do carro, para saber se ele esta RETO ou TORTO diante da situação que queremos, e tenho um post sobre este assunto postado aqui já, vale a pena ver: CLIK AQUI  e veja as imagens e a explicação e complementando este item com o de USO DO VOLANTE, pois em uma manobra, devemos trabalhar um conjunto que é o ALINHAMENTO DO CARRO somado com o ALINHAMENTO DA DIREÇÃO para uma manobra perfeita.

domingo, 27 de outubro de 2013

Dicas para motos.

 Olá pessoal, este post é com vídeos que na minha opinião dá dicas importantes para quem quer pilotar motos ai, e independentes da potência, servi para todos, e como sou apaixonado por motos, vai lá esta postagem.

VÍDEO 01 - Este vídeo do inicio da série é bem interessante, e serve também para os condutores de carro, pois é uma situação muito comum, principalmente para quem esta começando.


VÍDEO 02 - Dicas com motoristas distraídos, e vou falar em, tem muitos em Curitiba, que muitas vezes fazes coisas com intenção mesmo de prejudicar os outros.


VÍDEO 03 - Técnicas de pilotagem e postura para o piloto.


quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Dicas de direção.

Olá pessoal, este é um post com dicas interessantes para quem esta dirigindo, são vídeos bem legais que vai te dar mais habilidade e conhecimento para dirigir.

VÍDEO 01 - Baliza: Dicas para fazer esta manobra na rua, ajuda também para as balizas de autoescola.




VÍDEO 02 - Direção Eficiente. Dicas para uma direção correta  na via.


VÍDEO 03 - Recém habilitados em rodovias, dicas importantes.


VÍDEO 04 - Aquaplanagem ou hidroplanagem, veja as dicas e cuidados.





segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Espelhos retrovisores.




  Olá pessoal, neste post quero passar algumas informações e dicas sobre o USO dos espelhos retrovisores do carro, e uma orientação sobre as mudanças de faixa na pista de rolamento.

Este equipamento é item obrigatório nos veículos e desempenha um papel fundamental na condução segura de um veículo nas ruas, e nos dias atuais que as vias estão sempre lotadas de carro. E o uso incorreto resulta em acidente laterais, fechadas em outros veículos, buzinadas e acidente com motocicletas.

Nos dias de hoje, a lei obriga a ter 03 espelhos no carro, o da ESQUERDA, CENTRAL interno e o da DIREITA, e este ultimo é o mais problemático de todos, pois a maioria das pessoas acabam por não usa-lo, pois acreditam ser desnecessário pois ele sempre mostra a calçada, mas não é bem assim que funciona, e cada um deles tem uma finalidade especifica e vou explicar a vocês com a imagem abaixo.


  • Espelho externo ESQUERDO: é utilizado na mudança de pista e conversões a esquerda, e serve para conferir o trânsito do lado esquerdo do carro, então, se você te a intenção de mudar para a pista da esquerda, deve-se usar preferencialmente este espelho e não o central, pois para esta manobra, o espelho de dentro não vai te mostrar o que realmente esta acontecendo ao seu lado.

  • Espelho externo DIREITO: é utilizado na mudança de pista, e serve para conferir o trânsito do lado direito do carro, então, se você te a intenção de mudar para a pista da direita, deve-se usar preferencialmente este espelho e não o central, pois para esta manobra, o espelho de dentro não vai te mostrar o que realmente esta acontecendo ao seu lado.
  • Espelho interno CENTRAL: este retrovisor serve para conferir a situação atrás do carro e serve de complemento para os externos, não sendo 100% eficiente para fazer mudanças de pista. Se você quer apenas saber como esta o trânsito atrás do seu carro, basta dar uma olhadinha rápida neste retrovisor e pronto.

Então tomem muito cuidado com o que quer fazer e para onde pretende ir, pois um erro na hora de fazer uma troca de pista, pode resultar em um acidente ou acabar fechando o carro que está ao seu lado, e já cansei de ver "motoristas profissionais" de carteira assinada, olhar no espelho da esquerda e realizar mudança de pista para a direita, veja se isto esta correto.

Quando desejar mudar de pista ou de faixa de circulação, tome cuidado para realizar a sinalização, conferir a situação pelos retrovisor do lado para o qual deseja ir, e só então realize a manobra.

E ao conduzir um veículo na via, você não precisa ficar o tempo todo olhando nos espelhos, basta fazer isto uma vez ou outra, e sim ver bem a hora que desejar realizar alguma manobra, pois o simples fato de ficar cuidando de mais com o que acontece atrás do carro, pode deixar de ver o que está acontecendo a frente, que é o mais importante. E lembre-se que você tem que cuidar principalmente do carro da frente, pois quem vem atrás do seu carro, deve cuidar do seu. Veja o vídeo abaixo, que tem umas dicas boas sobre a regulagem deste equipamento.




 

Mais informações e dicas sobre o espelho, visite o link: Como ajustar o espelho para evitar pontos cegos.

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Cuidados com a conversão a esquerda..




 Olá pessoal, neste post eu quero conversar um pouco mais sobre esta manobra. Tentar explicar melhor e informar o que é certo fazer nesta manobra, pois a maioria das pessoas se perdem na hora de fazer esta manobra.

 Então teremos duas situações, a conversão a esquerda na PARADA OBRIGATÓRIA e na PREFERENCIAL, e é esta segunda, a mais complicada e que os alunos ficam inseguros de realiza-la. Para facilitar a explicação, vou colocar as imagens como de costume, e explicar por etapas, pois, aprender a dirigir por etapas, fica mais fácil a compreensão.

CASO 01 - Conversão a esquerda com PARADA OBRIGATÓRIA.

Procedimentos para realizar a manobra, assim que for solicitado pelo examinador, ou pelo instrutor durante as aulas e na ordem com que você deve fazer para ficar mais fácil:

  1. Parar de acelerar e ligar o pisca.
  2. Conferir a situação do trânsito no retrovisor esquerdo, e iniciar a manobra de posicionamento do carro ao lado da linha de divisão de fluxo.
  3. Parar o carro, olhar para os locais indicados com os números na imagem, e realizar a manobra posteriormente se não houver carro, ciclista ou pedestres, e da forma com que mostra na imagem.




CASO 02 - Conversão a esquerda na PREFERENCIAL.

Procedimentos para realizar a manobra, assim que for solicitado pelo examinador, ou pelo instrutor durante as aulas e na ordem com que você deve fazer para ficar mais fácil:
  1. Parar de acelerar e ligar o pisca.
  2. Conferir a situação do trânsito no retrovisor esquerdo, e iniciar a manobra de posicionamento do carro ao lado da linha de divisão de fluxo.
  3. Olhar para os locais indicados com os números na imagem, e realizar a manobra posteriormente, e da forma com que mostra na imagem.




*** Caso tenha a necessidade de parar o carro por causa do trânsito no contra fluxo, você deverá proceder como o explicado e conforme a imagem a seguir:


  1. Para o carro no local onde mostra a imagem acima.
  2. Engrenar a 1ª marcha, e ficar olhando o fluxo contrário, aguardar o momento de realizar a manobra
  3. Deixar todos os carros passarem, não ter pressa.
  4. Observar se vem ciclista ou pedestre para atravessar a via pelo local que deseja passar.
  5. Aguardar o momento oportuno e então realizar a manobra.
  6. Neste caso acima, você não precisa se preocupar com o carro azul, porque ele tem a obrigação de te esperar por estar com a PLACA de PARE a ele. 
 

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Dicas para exame prático.


Olá pessoal neste post, quero passar para vocês algumas dicas que podem ajuda-los e facilitar na hora do exame de direção, esta é a hora da decisão em obter a "carteira" ou ter que refazer o teste novamente. Vou passar estas dicas pelo conteúdo do exame que aqui no Paraná é, Manobra de Baliza, Direção em via pública e Estacionamento na via. E vou adiantando, não tenha pressa para fazer o teste, pois ele começará e terminará só quando o examinador mandar, ou se for cometido alguma falta eliminatória. Não é o candidato que controla isto, e sim o examinador, então relaxe e curta o seu teste.


DICAS PARA A BALIZA!

O teste de baliza reprova muito candidato, e normalmente eles reclamam que a baliza é diferente, que a vaga é maior, que o protótipo é diferente e etc, e isto ocorre porque? O candidato fica muito nervoso, e precisa manter a calma para poder dar certo, e como fazer para manter a calma? Se eu soubesse, usaria e ensinaria a todos, mas não é bem assim, então vai as dicas abaixo.
  1. Preste atenção na explicação do examinador na hora do teste, tire todas as dúvidas que tiver, ele está ali para isto.
  2. A hora que entrar no carro, faça os ajustes necessários para que possa controla-lo bem e não cometer erros por ficar mal posicionado ao volante.
  3. Faça uma revisão mental do que deverá fazer na manobra da baliza, pense no que você deve fazer, e o que foi treinado.
  4. Faça a baliza por etapas, concentre-se primeiramente na entrada e os cuidados necessários para isto, e após o comando do examinador para você sair, aí se concentre nesta manobra de saida.
  5. Pare o carro no ponto onde finaliza a contagem do tempo. Aproveite para respirar, olhe pelos espelhos externo se o carro vai passar, ou se precisa arruma-lo, e planeje o que deverá fazer, e só então inicie a manobra.
  6. Tome cuidado para não bater o carro, pare se for necessário e avalie o que você esta fazendo e o que precisa ser feito, se preciso, engate a 1ª marcha e vá a frente novamente e retorne com o carro correto.

DICAS PARA CONDUÇÃO DE RUA!


 O trajeto de rua é o mais complicado na minha opinião, pois muita coisa pode acontecer neste momento, como, alguém avançar a preferencial, um pedestre que atravessa a rua sem olhar para os lados, alguém saindo da garagem e mais um monte de outras situações. Você deverá estar preparado para agir diante das varias situações que vão surgindo ao longo da via, e o examinador quer ver como você reage e qual decisão é tomada, e aí que tá o perigo, nem sempre o que acontece na hora do teste, acontece durante a aula, mas tem que estar preparado para imprevistos, e passareis algumas dicas sobre esta etapa a seguir.
  1. Manter ou tentar ter calma, este é o primeiro passo, respirar, o cérebro precisa de oxigênio para funcionar bem, e uma boa respiração ajuda a acalmar.
  2. Treine e tenha habilidade e domínio do que deverá ser feito na hora do exame, é exatamente igual ao que foi treinado nas aulas com o seu instrutor.
  3. Entenda bem a Sinalização da via e as Regras de Circulação dos Veículos, que fora visto nas aulas teóricas e aplicadas nas aulas práticas, pois o desconhecimento te levará a cometer erros.
  4. Entenda que o examinador, por lei, é proibido de induzir o candidato ao erro, isto é coisa do passado.
  5. Use os retrovisores sempre que necessário, não precisa ficar louco olhando o tempo todo.
  6. Não pense que um bom teste é aquele que você mantém o carro em movimento e acelerando ininterruptamente, as vezes é necessário desacelerar.
  7. Cuide também para não ser lento demais, pois à uma Regra que diz que o condutor não deve "constituir perigo ou obstáculo para os demais elementos do trânsito".
  8. Preste atenção as comandos que o examinador te dará para virar, pois é ele quem dita por onde deverá virar, e tome muito cuidado para não se confundir e pegar o caminho errado.
  9. Cuidado para não confundir DIREITA com ESQUERDA.
  10. Observe o que está acontecendo a sua frente, um preceito da Direção Defensiva é a Previsão.
  11. Tome cuidado com veículos manobrando, e tome muito cuidado se decidir desviar do mesmo, olha tudo a sua volta antes e preste bem atenção para não tomar a decisão errada.
  12. Tome muito cuidado com veículos manobrando, as vezes parar e esperar é melhor do que desviar e acabar errando.
  13. Se o examinador não pedir, siga sempre para a frente ou obedeça o que a sinalização de regulamentação indicar. 
  14. Não tente fazer o teste rápido, pois, quem controla o tempo de duração do teste, é o examinador e não você, então relaxe e faça-o apenas.
 
DICAS PARA O ESTACIONAMENTO NA VIA!
 

Esta é a parte final do exame, então tomem muito cuidado para não "nadar e morrer na praia', pois já presenciei muitos candidatos irem bem nas duas primeiras partes e perderem tudo neste momento.
  1. O examinador te dará duas opções para estacionar, ou ele deixará a seu critério o local, ou ele dirá o local exato para você estacionar o carro.
  2. Onde ele escolher, pode parar que não será um local proibido, pois o examinador não pode induzir o candidato ao erro.
Se é você que vai escolher o lugar, tome os cuidados a seguir:
  • Linha amarela na guia.
  • Pontos de embarque e desembarque de passageiros.
  • Entrada de garagens.
  • Guias rebaixadas.
  • A menos de 5 metros do cruzamento.
  • A mais de 30 cm da guia da calçada.
  • Não subir na grama, se for parar em um local assim.
  • Em fila dupla.
  1. Você poderá realizar o estacionamento em guia com meio fio sem raspar a roda do carro no mesmo ou na grama, mas sem subir nela.
  2. Observe bem o local que você parou, veja se ficou tudo certo e só então coloque o veículo em neutro e acione o freio de mão.
  3. Não é necessário fazer manobra de baliza neste caso, apenas encostar o carro e pronto.

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Como utilizar um carro de Câmbio Automático.

Olá pessoal, neste post, quero passar algumas informações que são importante se algum dia você se deparar com um carro com o Câmbio Automático, parecido com a imagem abaixo.




Ante de tudo, veremos o que significam estas letras que aparecem aí do lado da alavanca:
  • P – Parking – Estacionamento = é usado somente quando você para o carro e não quer que ele saia do lugar ele trava o carro, impossibilitando de ir para frente ou para trás.

  • R – Ré – Marcha ré = o cambio só deve ser colocado na posição R com o carro parado.
  • N – Neutral – Neutro ou Ponto Morto = O carro fica com as rodas livres e nenhuma marcha engatada.
  • D – Drive – Dirigir  = Colocando o cambio nessa posição é como passar a 1ª marcha no carro as marchas seguintes o cambio passará conforme o carro desenvolve velocidade.
Então lá vai as informações para utilizar de maneira correta este tipo de veiculo:

  Para fazer a troca de marcha, normalmente, existe um botão junto com a alavanca do câmbio, este deve ser e permanecer acionado durante a manipulação da marcha que deseja colocar.

  O veículo dotado de tipo de câmbio, só deve ser LIGADO ou DESLIGADO com a alavanca do câmbio na posição "P" ou "N".

  Quando você quiser dirigir sem realizar trocas de marcha, basta posicionar o câmbio na posição "D", porém antes de posicionar a alavanca nesta posição, deverá ACIONAR O FREIO DO PÉ, para manter o carro parado, pois o normal é ele já sair andando.

  Para andar, basta liberar o pedal do freio que o carro começa a andar, e só tome cuidado para não pisar no freio com o pé esquerdo, pois irá dar uma freada bem forte.
  
   Alguns veículos apresentam também com o câmbio automático, uma parte sequencial de trocas de marcha que variam entre 1ª , 2ª, 3ª ou 4ª marcha. Neste caso, deverá posicionar a alavanca na 1ª marcha e sair com o carro, depois é só ir realizando as trocas como citado acima, e não pode pisar no freio neste momento.

Normalmente o pessoal que dirige um carro de câmbio manual, consegue dirigir facilmente um carro automático, já o contrário, isto fica mais difícil por causa d uso da embreagem, porém nada que um treino não resolva, eu aconselho as pessoas que sempre que tiver a oportunidade de dirigir um carro diferente do de costume, que vá e faça para ter mais domínio, habilidade e conhecimento, pois isto nunca é de mais para alguém, e o automático não tem segredo algum, é só fazer como expliquei e sair dirigindo, e garanto que vai se divertir. Outro detalhe interessante é, que aqui no Brasil a legislação não permite tirar Carteira de Habilitação com este tipo de veículo, apenas portadores de necessidades especiais o podem.

Segue aí um vídeo para vocês.




segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Cuidados com a Conversão a esquerda.



Olá pessoal, estou aqui para mais um post para vocês, e este é de fundamental importância para os "novatos" e "experientes" ao volante, é a conversão a esquerda, esta é uma manobra extremamente complicada e cheia de regras que quem precisar executa-la deverá tomar todas as cautelas necessárias, e quem pensa que é "Expert " no assunto de "dirigir", ou os motoristas das antigas, devem observar pois eu estou acostumado a passar pela situação que explicarei a seguir para vocês. 

Estou com meu aluno trafegando e solicito a ele que faça uma conversão a esquerda, e o mesmo imediatamente inicia a manobra que deve ser feita da seguinte forma:
  1. Aciona a sinalização.
  2. Confere no retrovisor esquerdo a situação do lado do carro.
  3. Inicia a manobra de posicionamento.

Aí o que acontece neste momento, vem um " MOTORISTA ESPERTINHO " e nos ultrapassa! Até então realizar ultrapassagem não é proibido, o problema é, por que lado o "tal" realiza a manobra, e as vezes até buzina achando que está com toda a razão! O lado que ele realiza a mano é Pela ESQUERDA! Isto é o fim da picada, como realizar ultrapassagem pela esquerda se o veículo da frente vai virar a esquerda? Veja a imagem abaixo.


O carro roxo está posicionando e sinalizando  para convergir a esquerda, o carro azul segue atras dele querendo seguir em linha reta, e alguns "MOTORISTAS" fazem o que citei acima, o que é COMPLETAMENTE ERRADO ultrapassar pela esquerda um carro que vai virar a esquerda também. Isto é inaceitável, o CORRETO neste caso para o carro azul é realizar a ultrapassagem pela direita, se for possível, não sinalizar ou ser breve no pisca para sinalizar a sua manobra, para não confundir os outros usuários da via se vai quer virar a direita, e seguir o caminho desejado. A linha vermelha indica o caminho errado e a linha verde o trajeto correto que deve fazer o carro azul.

Esta explicação também serve para motocicletas, pois os cuidados são os mesmos.


domingo, 11 de agosto de 2013

Desviando de obstáculos na via.

Olá pessoal, mais um post para vocês que serve para o cotidiano e para o exame prático. Se chama desvio de obstáculos na via, e estes obstáculos podem ser dos mais variados, tais como: Pedestres, Ciclistas, Caçambas de lixo, Carros estacionados, Buracos, Etc. Esta é uma situação bastante como e que ficamos sempre em dúvida com quem tem que parar o carro se for necessário. Então é o seguinte, vou colocar duas imagens abaixo, e explicar cada uma delas.

CASO 01 - Carro vermelho querendo desviar.

Aqui acontece o seguinte, o carro vermelho está em movimento e precisa desviar do carro azul que está estacionado, porém ele terá que invadir a contra mão de direção para realizar a manobra de desvio, porém, está vindo o carro roxo a frente no contra fluxo, e o que fazer agora? Devemos agir assim:.

  1. Realizar a sinalização da manobra.
  2. O carro vermelho deve PARAR, porque o obstáculo está em seu espaço, mas não deve parar muito próximo para poder ter espaço para sair.
  3. Aguardar o carro roxo passar.
  4. Engatar a 1ª marcha e realizar a manobra.



CASO 02 - Ambos os carro precisam desviar de obstáculos.

 Aqui a situação já é um pouco mais complicada, porque os carros envolvidos ( vermelho e roxo) precisam invadir um o espaço do outro, e o espaço só permite a passagem de "um" carro por vez, porém é bem simples a solução, e deverão  agir tomando os seguintes cuidados:
  1. Um carro deverá PARAR e dar a passagem ao outro.
  2. Os condutores devem se comunicar com sinal de luz ou gesto chamando o outro.
  3. A sinalização de desvio deverá ser feita pelos dois carros.



Então esta aí a explicação para mais esta situação, agora é só por em prática sempre que precisar, e se for necessário parar o carro, lembre-se de não parar muito grudado no obstáculo para poder ter espaço de saída e manobra do veículo, ou então terá que dar ré no meio da rua, sedo que poderia evitar isto.

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Cuidados ao passar por cruzamentos de vias.

   


Olá pessoal, neste post quero passar algumas dicas importantes para vocês com relação a passar por um CRUZAMENTO, pois é um local onde ocorre a maioria dos acidentes e normalmente os envolvidos alegam que " olhei para os dois lados e fui, e do nada apareceu uma moto ". Porque estas coisas acontecem? Temos em TODOS os veículos, independente de tamanho, modelo, etc, o tal do PONTO CEGO, e é aí que está o perigo. Então vamos lá com umas dicas que vão ajudar a amenizar problemas deste tipo quando você estiver na direção de um veículo.

    Primeiramente nós temos duas situações nos cruzamentos que são: a PARADA OBRIGATÓRIA e a PREFERÊNCIA DE PASSAGEM, e esta é a primeira situação a ser cuidada, saber se é teu DIREITO de passar, ou o DEVER de para, "já tenho outros post explicando isto para vocês", tenho esta informação, já facilita muito as coisas. E quando estamos em nosso DIREITO é só seguir e ponto, e quando for nosso dever de PARAR, aí vem os cuidados citados a seguir.

      O que devemos ver e em ordem para facilitar a vida quando estamos na direção de um veículo em uma via para não sermos surpreendidos por uma frase do tipo " APARECEU DO NADA ", o importante neste casso é saber o que então presente comumente na via, que em ordem são e tamanho:
  1. PEDESTRES.
  2. CICLISTAS.
  3. MOTOCICLETAS.
  4. CARRO.
  5. CAMINHÕES.
  6. ÔNIBUS.
  7. CARRETAS.
   Ou seja, observando sempre do menor para o maior. E quando realizamos uma PARADA OBRIGATÓRIA com o carro, devemos olhar o cruzamento observando esta ordem citada acima e provavelmente não teremos problemas na hora de atravessar o cruzamento, e sempre que houver a sinalização de PARE, devemos parar o carro na marcha em que está, depois da parada completa, aí então engata-se a 1ª marcha, olha com calma e com qualidade e segue.

Normalmente o pessoal vem com o carro e se depara com a placa de PARE, o que eles fazem, dão uma olhada rápida para os lados e vão engatando a marcha junto e andando junto, fazendo isto tudo junto e misturado, o que é um grave erro, pois assim acabam por deixar passar algo desapercebido, e olha o que o Código diz a respeito disto no seu Art. 208 que NÃO PARA em sinal vermelho ou de parada obrigatória, é uma infração Gravíssima com 7 pontos na CNH e multa de R$ 191.54. Então prestem atenção e cuidado, e deem qualidade em sua visão na direção do carro.


sexta-feira, 19 de julho de 2013

Manobrando o carro.

 

Olá pessoal, mais um post sobre manobras para vocês, este quero esclarecer uma situação comum de erro e que consequentemente gera uma pequena colisão do carro, ou então acabamos por ter mais dificuldade com a manobra, então vá lá as SITUAÇÕES a seguir.

Manobrar o carro em um local pequeno ou apertado:

Quando precisamos manobrar o carro em um lugar assim é pavoroso, pois entra em cena a NOÇÃO DE ESPAÇO e consequentemente se terá como fazer a manobra, então vou passar algumas dicas para vocês, e elas são úteis a qualquer momento que precisar manobrar o carro.
  1. Analisar se tem espaço para a manobra.
  2. Avaliar para que lado será a manobra.
  3. Qual é o lado que deverá virar o volante inicialmente.
  4. Sempre virar o volante completamente.
  5. Virar o volante com o carro PARADO.
  6. Usar os RETROVISORES com frequência, e olhar principalmente o retrovisor do lado que tiver algum obstáculo que o carro possa bater.
  7. Não perder o foca da manobra, e não ter DÓ de VIRAR o volante quando e quanto for necessário.
   Um exemplo clássico para esta situação é a baliza, local pequeno que requer muita manobra de volante e movimento curto do carro, ou seja aqui devemos VIRAR MUITO o volante e andar pouco com o carro, pois temos pouco espaço para o "andar" do carro, e normalmente o pessoal acaba querendo virar pouco e não obtém o resultado desejado, então a baliza é um exercício que exige muita virada de volante para ter um resultado satsfatório.

Manobrar o carro em um local grande ou espaçoso:
 
Esta situação é bem mais tranquila e simples, pois você têm espaço de sobra para manobrar, porém não significa que deverá VIRAR POUCO O VOLANTE, pois quanto mais  usado for o volante a hora de manobrar, mais fácil e objetivo será a tua manobra, e olhar também é importante e vê se tem algo em que o carro possa bater, e os cuidados citados acima valem para este caso também.

E a dica mais importante de todas é esta, Sempre que você tiver a oportunidade de manobrar o carro em algum lugar, vá e faça para praticar, pois a PRATICA LEVA A PERFEIÇÃO, e quem não faz isto terá dificuldade em lugares grandes e pequenos principalmente.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Tipos de colisões manobrando o carro em marcha ré.

  Mais um post relativo a manobras com o carro, pois este ato com o carro é confuso para muita gente, e volto a repetir, é puro raciocínio lógico e visão. Na explicação de agora, quero passar a vocês duas colisões na hora de manobrar o carro, uma colisão de fundo e a outra colisão de lado, e a forma de resolver abas a situações variam um pouco, e nesta figura abaixo mostra como vai ser cada uma delas. Deem uma observada na figura abaixo, e na sequência explicarei cada uma delas.



1ª SITUAÇÃO: Colisão de fundos: 

Nesta situação ocorrerá a colisão do fundo do carro com um objeto qualquer, que na imagem abaixo é outro carro, e aqui ocorrerá a colisão = Fundos/Frente, e isto acontecerá em DUAS formas, e com procedimentos diferentes, e o que devemos fazer então nestes casos:

Caso 01 - Colisão de fundo com o carro próximo:
  1. Neste caso, é visível pelo retrovisor do lado direito e devemos proceder da seguinte forma:
  2. Parar o carro imediatamente.
  3. Engatar a 1ª marcha e ir para a frente e para a esquerda e depois direita e alinhar o carro.
  4. Engatar a marcha RÉ e voltar.
*  Observe a figura abaixo, que mostra como vai ser o trajeto de ida, e a flecha amarela, o trajeto correto de retorno que deve ser.

Caso 02 - Colisão de fundo com o carro longe:
Neste caso, é visível pelo retrovisor do lado direito e como o carro está bem afastado e com espaço de folga tanto atrás como dos lados, fica mais fácil de resolver e devemos proceder da seguinte forma:
  1. Parar o carro.
  2. Virar o volante para o lado oposto a colisão, que neste caso é a esquerda.
  3. Engatar a marcha RÉ e andar até alinhar o carro como mostra a figura 3 mais abaixo.
  •  Quando o carro ficar alinhado, parar o mesmo e alinhar o volante, como mostra a figura abaixo, e tem as linhas indicado o trajeto correto que o carro deverá percorrer, e para isto, é muito importante deixar os retrovisores bem regulados e manobrar sempre olhando os mesmo, e de preferência dar mais importância para ver o retrovisor do lado que têm o objeto de colisão, que no exemplo da figura abaixo, é o retrovisor DIREITO.



2ª SITUAÇÃO: Colisão de lado: 

Nesta situação ocorrerá a colisão do lado direito do carro com um objeto qualquer, que na imagem abaixo é outro carro, e aqui ocorrerá a colisão = Lado/Lado, e isto acontecerá de DUAS formas, e com procedimentos diferentes, e o que devemos fazer então nestes casos:

 Caso 01 - Colisão de lado com o carro próximo:
Neste caso, é visível pelo retrovisor do lado direito e devemos proceder da seguinte forma:
  1. Neste caso, é visível pelo retrovisor do lado direito e devemos proceder da seguinte forma:
  2. Parar o carro imediatamente.
  3. Engatar a 1ª marcha e ir para a frente e para a esquerda e depois direita e alinhar o carro.
  4. Engatar a marcha RÉ e voltar.
*  Observe a figura abaixo, que mostra como vai ser o trajeto de ida, e a flecha azul, o trajeto correto de retorno.



Caso 02 -  Colisão de lado com o carro longe:
Neste caso, é visível pelo retrovisor do lado direito e devemos proceder da seguinte forma:

  •  Quando o carro ficar alinhado, parar o mesmo e alinhar o volante, como mostra a figura abaixo, e tem as linhas indicado o trajeto correto que o carro deverá percorrer, e para isto, é muito importante deixar os retrovisores bem regulados e manobrar sempre olhando os mesmo, e de preferência dar mais importância para ver o retrovisor do lado que têm o objeto de colisão, que no exemplo da figura abaixo, é o retrovisor DIREITO.

Espero que este post possa ajudar a todos, não só na baliza, mas para manobrar em garagens ou qualquer outro local, e lembrando que a explicação acima serve para a colisão do LADO DIREITO, bem como ao LADO ESQUERDO também, basta inverter o lado que vira o volante apenas, e deixo abaixo um link de jogos online de manobras de carros que ajuda muito a desenvolver o raciocínio lógico e entender melhor o que deve ser feito.

Um ERRO muito comum com as pessoas a hora de andar em marcha ré é achar que precisam VIRAR O VOLANTE para um dos lados ou para ambos os lados a hora que estão em movimento e isto é totalmente ERRADO, só deve virar o volante se realmente FOR necessário, caso contrário deve manter o volante parado, e se achar necessário virar o volante, DEVERÁ PRIMEIRO PARAR o carro e analisar qual é o lado que deve virar o volante, para não perder o controle e a trajetória do carro.

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Como controlar melhor os pedais de comandos.


 
Então pessoal, neste post eu quero conversar um pouco com vocês sobre os pedais de comando, algumas situações comuns e de fundamental importância para o ato de dirigir.
Então é o seguinte, vou passar duas palavras que é um ato, ou um movimento, e para você controlar bem o carro, é necessário conhece-las e entender a diferença entre elas, pois estas palavras te darão toda a referência para controlar o carro, e não ficar morrendo, dando solavancos ou parando muito brusco entre outras situações relativas ao descontrole dos pedais, ela são:

  • SOLTAR A EMBREAGEM: Movimento brusco de arrancar o pé do pedal, fazendo com que a transmissão seja jogada em cima do motor, este movimento deve ser evitado, quando for manipulado a embreagem assim, o resultado é, o carro "morrer", sair aos solavancos, ou arrancado bruscamente "patinando" os pneus no asfalto.
  • SOLTANDO A EMBREAGEM: Movimento suave e constante, que é a forma correta de manusear o pedal da embreagem, ir soltando o pedal de forma gradativa até a liberação completa do pedal.
  • ACELERAR: Ato de pisar forte e fundo no acelerador, este movimento deve ser evitado.
  • ACELERANDO: Este é o movimento correto que deve ser aplicado no pedal, e tomar o cuidado de usar mais a ponta do pé, pois se for colocado o pé inteiro em cima do pedal, irá acelerar muito forte e não terá controle
  • FREAR: Pisar de uma vez no pedal, esta forma só deve ser usada em emergência, caso contrario o carro vai parar forte e rápido.
  • FREANDO: Esta é a forma correta de usar o pedal, pois você deve ir pisando no pedal intensificando a pressão no pedal gradativamente e  ir intensificando o quanto for necessário, tanto para diminuir a velocidades do carro, bem como para realizar uma parada total do mesmo. Para frear também é necessário usar a ponta do pé, e deixar o tornozelo encostado no chão para que não exercer muita pressão no pedal.
Então, prestem atenção na forma correta com que deve manusear os pedais e como posicionar os pés, pois isto irá garantir maior segurança, controle e coordenação dos pedais, e é claro, quanto mais você conseguir deixar as pernas relaxadas na hora de manusear os pedais, melhor será o resultado.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Entendendo a "manobra" do carro.



Manobrar o carro em um local é algo simples, porém para as pessoas iniciantes, isto não é assim, então vou explicar um pouco neste post eu vou passar algumas imagens e explicar o que acontece, pois a maioria das pessoas se perdem na hora em que tem que manobrar o carro em marcha à ré, então começam as dicas da seguinte forma.

Quando vamos dar marcha à ré no carro, neste momento a "TRASEIRA do carro se torna a FRENTE, e a FRENTE se torna a TRASEIRA", e temos que pensar como se estivéssemos naquela posição, e isto tem que ser feito mentalmente, pois pensando assim, ficará tudo muito mais simples. Colocarei algumas imagens abaixo mostrando o que acontece com o carro durante a manobra de ré, que serve tanto para a baliza, bem como colocar o carro em garagem, manobrar ele nas mais variadas situações.

Imagem 01: O trajeto que o carro segue em 1ª marcha e em marcha à ré:

  • Se você engatar a marcha à ré e deixar a direção alinhada, note na flecha azul que o carro anda em linha reta, porém, para trás, sem mudar sua trajetória.

  • Se você engatar a 1ª marcha e deixar a direção alinhada, note na flecha vermelha que o carro anda em linha reta, porém, para frente, sem mudar a sua trajetória.



Imagem 02: Trajeto do carro em marcha à ré e com o volante virado para o lado DIREITO.
  •  Nota-se nesta imagem abaixo que o volante está virado para a direita, e observe como fica as rodas dianteiras.
  • Então, aqui vai acontecer o seguinte, com a marcha à ré engatada, o carro vai seguir com a sua "TRASEIRA" para o lado em que o volante foi virado, ou seja, para a direita, e a frente irá fazer o caminho contrário, que será para a esquerda.



Imagem 03: Continuando...
  • Observe o que aconteceu com a trajetória do carro da imagem anterior para esta abaixo.
  • A "traseira" do carro foi para o lado direito, que é o comando dado no volante.
  • Porém a "frente" do carro foi para o lado esquerdo, e é aí que vira a confusão, porque isto ocorre? É que a tendência natural desta virada total no volante, é fazer com que o carro faça um circulo completo (360°) de ré, voltando ao ponto inicial de partida.

  • Então, se você não tem interesse em fazer a volta completa, deverá parar o carro e virar o volante para o lado contrário, ou apenas alinhar as rodas dianteiras e seguir no caminho desejado.




Imagem 04: Trajeto do carro em marcha à ré e com o volante virado para o lado ESQUERDO.
  • Nota-se nesta imagem abaixo que o volante está virado para a esquerda, e observe como fica as rodas dianteiras.
  • Então, aqui vai acontecer o seguinte, com a marcha à ré engatada, o carro vai seguir com a sua "TRASEIRA" para o lado em que o volante foi virado, ou seja, para a esquerda, e a frente irá fazer o caminho contrário, que será para a direita.



Imagem 05: Continuando...
  • Observe o que aconteceu com a trajetória do carro da imagem anterior para esta abaixo.
  • A "traseira" do carro foi para o lado esquerdo, que é o comando dado no volante.
  • Porém a "frente" do carro foi para o lado direito, e é aí que vira a confusão, porque isto ocorre? É que a tendência natural desta virada total no volante, é fazer com que o carro faça um circulo completo (360°) de ré, voltando ao ponto inicial de partida.
  • Então, se você não tem interesse em fazer a volta completa, deverá parar o carro e virar o volante para o lado contrário, ou apenas alinhar as rodas dianteiras e seguir no caminho desejado.


Aqui vai um link de jogos especifico para manobra que ajudará a entender melhor as manobras, então acessem e divirtam-se: CLICK AQUI.

terça-feira, 14 de maio de 2013

Parada Obrigatória.

Como realizar a parada obrigátoria na sinalização.

Bem pessoal, neste post eu quero passar para vocês a seguinte situação, que é a parada obrigatória do carro na placa de PARE, e como deve ser feita esta parada.Então é assim, toda vez que você estiver trafegando em uma via e encontrar a sinalização vertical ou horizontal solicitando a sua parada, ela deverá acontecer da seguinte forma:
  1. Acionar o pedal do freio.
  2. Acionar o pedal da embreagem.
  3. Realizar a parada completa do carro, na marcha em que estiver!
  4. Engatar a 1ª  marcha, olha e seguir.
Esta é a forma descrita acima, e a ordem com que deve acontecer esta parada.  Agora vejamos na imagem abaixo a questão do posicionamento do carro na parada. Vou colocar duas situações na mesma imagem, e explicar cada uma delas.




CASO 01 - Parada Obrigatória com pedestre. CARRO AZUL

Esta situação funcionará assim, você deve realizar 2 paradas, uma delas para dar a preferência para o pedestre, e a outra para levar o carro até o ponto de visão do fluxo de veículos, e a regra será assim:
  1. Acionar o freio.
  2. Acionar a embreagem.
  3. Realiza a parada total do carro na linha de retenção, a linha branca entre o carro e o pedestre.
  4. Coloque a marcha do carro em 1ª  marcha.
  5. Aguarde a travessia completa do pedestre.
  6. Leve o carro até o ponto de visão da via transversão, e pare novamente o carro.
  7. Olhe para os lados e realize a manobra pretendida.


CASO 02 - Parada Obrigatória sem pedestre. CARRO VERMELHO.

Esta situação é um pouco diferente, pois exclui a parada do pedestre. Funciona assim, na ausencia  do pedestre, você não precisa fazer esta parada na placa, e depois parar no ponto de visão do fluxo de veículos da via transversal, ficando assim aparada do pedestre facultativa, mas se realizar esta parada antes do ponto de visão, terá que fazer a segunda. Então funcionará assim:
  1. Acionar o pedal do freio.
  2. Acionar  pedal da embreagem.
  3. Ir controlando o carro até sua parada total, no ponto de visão.
  4. Engatar a 1ª  marcha, olhar para os lado e seguir no caminho desejado.
*** Cuidar para não exceder o alinhamento do meio-fio, que está marcado na frente do carro com uma linha branca, se a frente do carro passar daquele ponto, você já avançou a via preferêncial, e cometeu uma falta eliminatória.

*** lembre-se de verificar em seu local de exame, se é aceito esta situação, pois esta forma de parada pode variar de cidade e estado, oriente-se com o seu instrutor, e para o cotidiano, está forma está correta.